terça-feira, 30 de outubro de 2012

ECD disponibiliza trabalhos apresentados no VIII Seminário Internacional de Remediação e Revitalização de Áreas Contaminadas


Conforme noticiamos aqui, a ECD apresentou 3 posters e 1 palestra no VIII Seminário Internacional de Remediação e Revitalização de Áreas Contaminadas, promovido pelo Instituto Ekos, entre os dias 22 e 23 de outubro de 2012.
Hoje, temos orgulho e satisfação em compartilhar com a sociedade em geral, particularmente os colegas que atuam na nossa área, de investigações geoambientais, os 3 posteres que expusemos no evento.

primeiro poster é sobre o uso do piezocone de resistividade (RCPTu) como uma ferramenta para investigação de alta resolução. A combinação de 4 sensores (resistência de ponta, atrito lateral, poro pressão e condutividade elétrica) permite a elaboração, em campo, de um perfil hidroestratigráfico muito preciso e a detecção das heterogeneidades em escala de centímetros. Esses 2 fatores são a base fundamental para a elaboração de um modelo conceitual adequado para a área e, segundo vários autores, é o fator limitante e etapa mais impostante de toda a investigação, mais até que descobrir a concentração média dos compostos químicos. O download pode ser feito aqui.http://dl.dropbox.com/u/84774851/PosterECD-Ekos2012-RCPTu.pdf

segundo poster é sobre o uso das medidas de poro pressão, tanto de modo contínuo quanto nos ensaios de dissipação, para estimar a condutividade hidráulica. O testo trata da teoria básica desses ensaios e traz conclusões de alguns autores, que correlacionam positivamente essas ferramentas com o slug test pontual (feito de modo pneumático com transdutor de pressão) e com os DPIL (Direct Push Injection Logger, ferramenta que injeta água durante a cravação da ponteira e mede a pressão necessária para ocorrer essa injeção), entre eles o famoso HPT (Hydraulic Pressure Test), da Geoprobe. Em resumo, os ensaios que medem a poro pressão são tão bons quanto esses outros para se estimar a condutividade hidráulica e elaborar um perfil hidroestratigráfico. O download pode ser feito aqui

Por fim, o terceiro poster traz as novidades expostas durante a Environmental Field Conference, em Tampa/2012, evento fundamental para quem trabalha com áreas contaminadas. Entre os conceitos estão a importância da investigação para o sucesso da remediação, a importância da investigação em alta resolução e algumas ferramentas para isso. O download pode ser feito aqui

Nós, da ECD, estamos à disposição para eventuais esclarecimentos sobre esses trabalhos ou outro assunto através do nosso e-mail ecd@ecdambiental.com.br 

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Participação da ECD no VIII Seminário Internacional sobre Remediação de Áreas Contaminadas


Essa semana, particularmente os dias 22 e 23/10/2012, foi muito especial para a ECD.
A participação no VIII Seminário Internacional de Remediação e Revitalização de Áreas Contaminadas promovido pelo Instituto Ekos Brasil pode ser considerada um marco histórico na nossa empresa.
Inicialmente, por ver aprovados 4 trabalhos, selecionados entre diversos estudos, tanto nacionais quanto do exterior (Alemanha, Canadá, EUA, França,...), tanto de profissionais renomados de grandes consultorias quanto de profissionais do meio acadêmico. A aprovação dos trabalhos de uma empresa "de sondagem"que não tem como função produzir relatórios, é um motivo de orgulho e prova da atenção que a ECD dá à pesquisa, desenvolvimento, inovação e capacitação.
Em segundo lugar, por termos sido aprovados para uma exposição oral, honraria reservada aos estudos mais relevantes inscritos para o Seminário, indicando que os trabalhos da ECD submetidos têm um nível comparável aos das consultorias internacionais e nacionais de ponta no nosso mercado.
Por fim, por ter feito uma apresentação muito bem avaliada no Bloco mais comentado do evento: o de Investigação em Alta Resolução. Isso mostra que a ECD está no caminho certo, buscando se diferenciar de seus concorrentes, oferecendo serviços exclusivos, de alta qualidade e com profundo conhecimento das necessidades do mercado e das consultorias ambientais que atuam no segmento de áreas contaminadas.

Além da apresentação em si e do debate que se seguiu, foram muitas e muito proveitosas as conversas com os amigos, parceiros e clientes durante os intervalos, onde tivemos a oportunidade de explicar melhor sobre os pontos principais da nossa apresentação, que foram:

- As remediações somente terão sucesso se houver uma investigação adequada. De outra forma é aplicar remédio no paciente na base de tentativa e erro, sem diagnosticá-lo adequadamente;
- As investigações serão adequadas somente se for utilizada a abordagem correta e as ferramentas corretas
- A abordagem correta para a investigação é investir os melhores recursos na coleta de dados. Ou seja, investir dinheiro, tempo e os melhores profissionais nessa etapa de diagnóstico, ao invés de ir à campo com os profissionais menos qualificados e esperar os dados chegarem no escritório;
- Para essa abordagem funcionar, é preciso que as melhores ferramentas de alta resolução sejam utilizadas, para que a tomada de decisão seja rápida e adequada;
- Uma das ferramentas de alta resolução que pode ser utilizada é o piezocone de resistividade (RCPTu), que é um conjunto de 4 sensores que medem 4 diferentes parâmetros hidroestratigráficos: Resistência de ponta, atrito lateral, poro pressão e condutividade elétrica que, juntos, fornecem, em campo, informações precisas, acuradas e em alta definição das heterogeneidades do meio, inclusive o perfil de condutividade hidráulica;
- Embora essa ferramenta não forneça dados sobre concentrações de compostos, ela é excelente para entender o meio físico, e é esse meio físico o fator limitante para a investigação, não a concentração dos compostos;

Acreditamos que demos um passo excelente enquanto empresa, e mais que isso, demos uma contribuição muito boa para a melhora na qualidade dos estudos em áreas contaminadas no Brasil.

A nossa alegria fica ainda maior ao olhar para trás e ver as mudanças no mercado nos últimos 10 anos (desde o 1o Seminário até agora) e comparar com o crescimento profissional da ECD em termos de qualidade e conhecimento nos últimos 10 anos. No 1o Seminário, as palestras eram como "coisas inatingíveis" para nós. 10 anos depois, nós estamos contribuindo com o nosso conhecimento.

Nós, da família ECD, temos cada dia mais orgulho de pertencer a essa empresa.

Apresentação Oral da ECD

Debate no Bloco sobre Investigação em Alta Resolução 

Um dos painéis expostos 

Outros 2 painéis expostos

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Ela Chegou!!!!!


Com muito orgulho e satisfação, nós da ECD anunciamos que a nossa nova máquina chegou!!!!!
É uma Power Probe 9100-ATV, fabricada pela AMS, uma empresa americana com 70 anos de história em equipamentos para amostragem de solos. 

Optamos por esse modelo porque, comparado com os de igual porte (toda a linha Power Probe 9100 e a linha Geoprobe 54), apresentava maior versatilidade de uso, e maior mobilidade.

As possibilidades de uso da nova máquina incluem os serviços Direct Push já consagrados: amostragem de solo (Dual Tube, Piston Sampler, Single Tube), instalação de poços de pequeno diâmetro (pre-packed, temporários ou convencionais de 1''), amostragem de água direta, injeção de reagentes, amostragem de gases do solo (Soil Gas Sampling - Sub Slab, expendable point ou retract point). Além deles, esse modelo tem o importante diferencial de nos permitir fazer ensaios de RCPTu e ainda sondagens rotativas com Trados Sólidos ou até Trados Ocos (Hollow Stem Auger) em pequenas profundidades para instalação de poços de monitoramento convencionais, o que é impossível nos Geoprobes da linha 54.

Além disso, outro diferencial importante é a mobilidade que a nossa máquina terá, pois estará montada sobre um veículo utilitário John Deere 6x4 (mais informações sobre o veículo aqui), cuja qualidade está acima de qualquer prova. Tudo isso sem dizer que é um modelo exclusivo, ou seja, somente será encontrado aqui na ECD.

Além da máquina, que por si só já seria uma grande conquista para nós, importamos também um ferramental completo e versátil que permitirá um rendimento muito alto nos trabalhos de campo. A qualidade das ferramentas americanas para Direct Push é reconhecidamente superior às similares nacionais, e agora estamos prestes a comprovar isso em campo.

A ECD agradece a todos aqueles que direta ou indiretamente nos ajudaram a concretizar esse sonho, de obtermos um equipamento realmente diferenciado e de alta qualidade.

Essa máquina coroa o movimento da empresa de concentrar seus esforços e recursos na melhora da qualidade dos serviços de coleta de dados prestados ao mercado brasileiro, como: constante atualização e capacitação, pesquisa e desenvolvimento de ferramentas e equipamentos, publicação de trabalhos e "papers", treinamento, avaliação e bonificação contínuos das equipes de campo, aquisição de equipamento completo de RCPTu, aquisição de Transdutor de pressão, contratação de Técnicos para operar as sondas, participação em palestras, cursos e outros eventos, participação por 2 vezes na Environmental Field Conference, nos EUA, entre outras ações.

A ECD está orgulhosa em apresentar esse equipamento e em contribuir com o aumento da qualidade das investigações geoambientais brasileiras. 

Para maiores informações, basta nos escrever um e-mail

Power Probe 9100-ATV pronta para o teste 

Power Probe 9100-ATV desconectada do veículo John Deere 4x6 

Máquina com ancoragem, pronta para Ensaios CPT, RCPTu ou outros Direct Image 

Power Probe 9100-ATV preparada para RCPTu 

Campo de testes ECD: Dia de treinamento 

Máquina preparada para amostragem de solo com "Dual Tube" 

Enorme variedade de ferramentas da AMS para Direct Push

Hastes especiais de Direct Push em 3 diâmetros diferentes 

Equipe da ECD no dia de chegada da Power Probe 9100-ATV 

Diretor Geral da ECD: Geólogo Manoel Riyis Gomes com as molas "core catcher" 

Máquina, ainda no pallet da importação 

Equipe da ECD junto da Power Probe 9100-ATV 

Sonda pronta para o transporte