sábado, 17 de dezembro de 2011

ECD comemora sua nova aquisição: Equipamento de CPTu

No início do último mês de dezembro, a ECD deu mais um grande salto de qualidade e adquire um equipamento completo de CPTu, incluindo um módulo de Resistividade, sendo, portanto, um R-CPTu.
O CPTu é também chamado de Piezocone Elétrico ou Cone Elétrico com poro-pressão. Esse é um ensaio já consolidado nos estudos e investigações Geotécnicas, e se baseia na cravação no solo de uma sonda que fornece os parâmetros resistência de ponta, atrito lateral e poro-pressão. Com esses parâmetros, obtidos online, durante a cravação da sonda, os Geotécnicos obtém dados importantes sobre o solo, com uma precisão muito maior que os ensaios tradicionais de SPT por exemplo.

 Sonda Preparada

 Detalhe da Ancoragem reforçada

 Microfone posicionado - sistema NOVA Acustic da Geosafe

 Iniciando ensaio


Nos estudos ambientais, essa será uma ferramenta excelente e muito precisa para o estudo do site e fundamental para a elaboração de um bom modelo conceitual. Com um ensaio de CPTu é possível ver, com precisão de centímetros, o perfil do solo em subsuperfície, possibilitando, inclusive, a determinação de finas lentes de material por onde o contaminante pode desenvolver um caminho preferencial. A combinação desses 3 parâmetros obtidos em um ensaio de CPTu permite estabelecer o perfil com elevado grau de certeza, e é uma ferramenta fundamental para se obter dados confiáveis em uma investigação, possibilitando uma economia importante na remediação, pois essa será adequadamente direcionada, seja qual for o sistema implantado.
Muitas vezes os estudos ambientais se deparam com uma dificuldade: como verificar o perfil litológico muito abaixo do nível d'água? O normal é efetuar-se sondagens via Direct Push com liner para verificar onde estão as camadas hidrogeológicas de interesse. Mas, quando o nível de água está raso (digamos, 2 metros) e a camada de interesse está mais profunda que 10-20 metros em solo com camadas de areia, certamente não será possível obter-se as amostras nos liners. O ensaio de CPTu é ideal para essa situação, pois irá determinar com precisão quais são as camadas hidrogeológicas em todo o perfil. Em alguns solos, ele poderá até estimar a carga potencial hidráulica em cada ponto do perfil.

Como uma espécie de “bônus”, o equipamento que a ECD acaba de adquirir permite a mensuração da condutividade elétrica do solo, com resolução de alguns centímetros. A variação nessa condutividade pode indicar lentes de material diferente no perfil do solo, ou eventual presença de alguma substância química de interesse em elevada concentração em determinado.

O equipamento é do tradicional fabricante norueguês Geosafe,em parceria com a empresa sueca Geotech, e é considerado o modelo mais moderno do mundo, com uma resolução altíssima e sem o uso de cabos, o que torna o trabalho muito mais rápido e eficiente.
Os treinamentos foram realizados no campo de provas da ECD em Sorocaba-SP e contou com a presença de Robert Handberg, Norueguês da Geosafe Brasil.
Inicialmente, a ECD irá oferecer esse serviço utilizando as suas sondas hidráulicas acopladas aos caminhões e ao Trator. O serviço é semelhante ao Direct Push, porém, ao invés de percussão, é a força hidráulica que irá empurrar a ponteira com os sensores até a profundidade necessária (normalmente, é perfeitamente possível atingir 30 metros ou mais). Além da equipe de sondagem, irá um Técnico que irá operar os aparelhos e passar os resultados à consultoria.
Em um dia normal de trabalho, sem grandes restrições de acesso, pode-se efetuar de 5 a 10 ensaios de 20 metros, o que irá economizar muito tempo e dinheiro na instalação de poços de monitoramento e, especialmente, na remediação.

Desta forma, a ECD mais uma vez dá a sua contribuição para um aumento da qualidade das investigações ambientais no Brasil, ao adquirir um equipamento de última geração, que possibilita a elaboração de modelos conceituais bem  precisos e permite a economia de recursos



 Equipamentos que possibilitam a visualização online dos resultados

 Sensor de Resistividade acoplado à sonda de CPTu

 Treinamento no software específico

 Fazendo a saturação do sensor

 Robert ensinando a efetuar a calibração e descontaminação do aparelho

Detalhe da interface, e efetuando a saturação do sensor de poro-pressão